Loading...
Loading...

Seguidores

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Qual a função de um Verdadeiro Profeta?

Em Ezequiel 13.5 lemos: Não subistes às brechas, nem fizestes muros para a Casa de Israel, para que ela permaneça firme na peleja no Dia do Senhor.
O livro de Ezequiel está estruturado da seguinte forma:
1- Anuncio do castigo de Jerusalém caps. 1-24
2- Das nações estrangeiras caps. 25-32
3- As promessas de restauração e misericórdia no futuro caps. 33-48
Sendo assim o nosso verso está contido na seção que fala do castigo para Jerusalém, quando Ezequiel escreveu isto, ele estava no cativeiro, quando Nabucodonosor capturou Jerusalém em 597 AC levou consigo o rei Joaquim, a família real e os principais cidadãos e artesãos, Ezequiel fazia parte desse primeiro grupo de deportados 2 reis 24.14
Nesta época Jeremias profetizava em Jerusalém e Ezequiel, Daniel por esta altura já estava também na Babilônia, sendo assim temos no mínimo três profetas no mesmo período de tempo.
Ezequiel profetiza contra os falsos profetas, os falsos profetas sempre tem sido um problema na Igreja do Senhor, tanto agora quanto no Antigo Testamento. Jeremias caracteriza a falsa profecia como: pregar rebelião contra o Senhor. Jeremias 28.16
Os falsos profetas têm características em comum:
1- Pregam o que o povo gosta de ouvir. Jeremias 28. 2-4
2- Na hora necessária fogem, não fica na brecha Ezequiel 13.5
O texto de Ezequiel 13.5, fala de uma tarefa que todo profeta, tem que ter: A do intercessor do povo, o profeta também é o homem que traz a mensagem da parte de Deus para o povo, como Deus poderia livrar Jerusalém Hananias? Se Jerusalém havia abandonado o Senhor Deus? Jeremias 2. 13
Então a profecia de Hananias era falsa. E é interessante que é em cima de uma continuidade da mensagem profética que Jeremias argumenta, ele diz: Os profetas que houve antes de mim e antes de ti, desde o a antiguidade, profetizaram guerra, mal e peste contra muitas terras e grandes reinos. O profeta que profetizar paz, só ao cumprir-se a sua palavra, será conhecido como profeta, de fato, enviado pelo Senhor Jeremias 28. 8-9.
Como poderia haver paz? Se a conduta tanto de Israel que tinha sido já destruída algum tempo atrás e Judá que tinha por capital Jerusalém eram a mesma? Jeremias 3. 6-13
Por se na brecha é ter coragem de anunciar o desígnio de Deus, é ter coragem de identificar-se com o povo. Quando Deus quis destruir o povo por causa da idolatria no caso do bezerro de ouro lá no deserto, Moisés intercede a Deus em cima da aliança, Moisés fala de Abraão, de Isaque e de Israel (Jacó), fala da promessa que o Senhor tinha lhes falado ver Êxodo 32.13. Aqui reside a grande importância do papel do profeta, daquele que está na brecha, daquele que quando o povo cai, ele vai ao Senhor e ora baseada na aliança, aqui reside à importância de se fazer parte da aliança.
Quem seria os profetas hoje em dia? Sabemos que não existem mais profetas como no período quando O Senhor Deus revelava Sua Palavra desta forma. Deus hoje só fala através de Seu Filho ver Hebreus 1.2
Os pastores tem a função dos profetas, pois a função dos profetas muito mais do que predizer as coisas, consistia em chamar o povo ao arrependimento, os pastores precisam fazer isto de novo. Os pregadores também têm hoje em dia uma função que na Igreja do Antigo Testamento era peculiar dos sacerdotes: O ensino.
O texto de Malaquias 2.7 diz: Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e de sua boca devem os homens procurar a instrução, porque ele é mensageiro do Senhor dos exércitos. Veja também Tito 1.9 e compare!
Sendo assim a função de um pastor não é entreter ninguém, não é fazer programações para que os jovens não saiam da Igreja, se o jovem for regenerado, ele ficará, pois têm prazer na Lei do Senhor. Igreja não é lugar de diversão, não é lugar de fazer o que se pensa, do “achismo”, é lugar de obedecer à vontade revelada de Deus nas Sagradas Escrituras, é lugar de se aprender como Deus gosta de ser servido, pois é esta a idéia de liturgia: Homens trabalhando. Trabalhando não de qualquer jeito ou do jeito que a moda ditar. Mas do jeito que Deus quer ser servido.
Em todas estas coisas o verdadeiro profeta (pastor nos nossos dias) fica na brecha, quando o povo erra, intercede a Deus pelo povo, se preocupa com em ensinar a aliança ao povo, sabe que da sua boca os homens devem acha conhecimento, vela pelo povo de Deus.
È assim que um verdadeiro pastor faz!

Jaziel C. Cunha
Ig Presbiteriana Conservadora em Paulista (Grande Recife – PE )

Nenhum comentário: